The Maverick Hunters

Review 

16 anos depois da primeira edição, a duradoura saga Mega Man salta para a PlayStation 2. Será que as coisas mudaram mesmo desde 1987?

Depois de cerca de três ou quatro horas a jogarmos com o Mega Man X7, algo dá o clique. Não literalmente - apesar dos nós dos dedos começarem a doer - mas, de repente, tudo começa a fazer sentido. Até se torna agradável. O tempo que preceder este momento de compreensão é inegavelmente qualquer coisa do tipo "atirar o DualShock ao chão de tanta frustração", mas depois de veres a luz, logo te esqueces da dor. Por outras palavras: é o Mega Man em ação.

Ok, não é bem verdade: a sétima edição desta série (agora só a um jogo de distância de apanhar as "verdadeiras" aventuras Mega Man) apresenta, finalmente, a terceira dimensão, além de uma nova e interessante face jogável na forma do renegado Reploid Axl, e permite que alternes entre as duas personagens conforme te apetecer. Temos de admitir que não são os avanços mais inovadores de todos os tempos e, se nunca foste fã da série, é pouco provável que seja agora o momento da conversão, mas, sem dúvida, estas novidades mexem com a fórmula estabelecida de MM o suficiente para que os aficionados comecem a fumegar de excitação. 

O factor X

A nível estrutural, é idêntico ao Mega Man original para a NES e a todas as versões que se seguiram ao seu nascimento em 1987, o que significa que tens toda a liberdade para abordares os níveis e os vilões iniciais do jogo (oito, neste caso) pela ordem que quiseres. No entanto, isso não representa um nível consistente de dificuldade; parte do desafio de Mega Man sempre foi perceber a melhor ordem para abordar os níveis, uma vez que por cada vilão derrotado és recompensado com uma nova habilidade que, geralmente, é bastante útil para o vilão subsequente.

Fazer estratégias é praticamente impossível porque, a menos que sejas dotado do poder da premonição, saber qual o terrível Reploid que te vai dar o quê é mesmo impossível. O resultado são várias horas de erros e tentativas ao tentares perceber qual a melhor rota a seguir, ao mesmo tempo que tentas controlar a íngreme curva de dificuldade e os controlos relativamente complicados (isto não é nenhum Devil May Cry) pelos quais a série é famosa. Esta, como deves ter percebido, é a parte irritante.

Depois de te acostumares a estas excentricidades, tudo se começa a encaixar e podes começar a apreciar as facetas mais positivas. Os níveis e as personagens são maravilhosamente conseguidas e bem desenhadas como sempre; a transição para os visuais de sombreamento de células não é de todo forçada e dá um toque de desenhos animados como nunca antes. É igualmente agradável descobrir que a honrada acção de deslocamento lateral foi perfeitamente misturada (em vez de substituída) com as 3D, embora tenhamos de dizer que as últimas secções representam, inegavelmente, os pontos mais fracos do jogo devido à falta de flexibilidade (deliberada) dos protagonistas.

Por falar em protagonistas, o já mencionado Axl é uma forte adição à equipa em grande parte graças à sua capacidade de replicar o aspecto e as habilidades dos seus inimigos, utilizando o seu "tiro de cópia". Também é interessante descobrir que o herói original X não é jogável até se cumprirem determinados critérios (por razões que descobrimos durante a normalmente louca intriga do jogo), pelo que vais ter de te contentar em trocar entre Axl e outro grande herói de MMX, Zero, durante grande parte do jogo. O que não é mau, podem crer. 

 Megaman

É uma pena que Mega Man X7 seja tão imediatamente implacável; as palavras que estão a ler neste momento podiam nunca ter surgido se eu não tivesse respirado fundo e continuasse a tentar em algumas situações, apesar de levar chapadas figurativas uma e outra vez. Faz-te esquecer, durante algum tempo, que um jogo destes não vale a pena entrar num choro infantil, mas continua a tentar e vais ver a pérola de grande jogo que é este título. No entanto e, em última instância, se queres dedicar algum tempo e esforço para chegares ao fim do jogo ou se não te podias estar mais nas tintas para o Mega Man é uma questão a que só tu poderás responder. 

 

Link unico: www.megaman-world.net/request.php?42

Mirror 01:

Parte 01: www.megaupload.com/pt/?d=QR4VAYGI

Parte 02: www.megaupload.com/pt/?d=WHA2MKP0

Parte 03: www.megaupload.com/pt/?d=VRUEQ558

Mirror 02:

Parte 01: rapidshare.com/files/29090189/Megaman_X7_by_Habib_central_de_roms.part01.rar.html

Parte 02: rapidshare.com/files/29289609/Megaman_X7_by_Habib_central_de_roms.part02.rar.html

Parte 03: rapidshare.com/files/30018603/Megaman_X7_by_Habib_central_de_roms.part03.rar.html

Parte 04: rapidshare.com/files/30172263/Megaman_X7_by_Habib_central_de_roms.part04.rar.html

Parte 05: rapidshare.com/files/30194252/Megaman_X7_by_Habib_central_de_roms.part05.rar.html

Parte 06: rapidshare.com/files/30381070/Megaman_X7_by_Habib_central_de_roms.part06.rar.html

Parte 07: rapidshare.com/files/30770674/Megaman_X7_by_Habib_central_de_roms.part07.rar.html

Parte 08: rapidshare.com/files/31271741/Megaman_X7_by_Habib_central_de_roms.part08.rar.html

Parte 09: rapidshare.com/files/30774061/Megaman_X7_by_Habib_central_de_roms.part09.rar.html

Rip: www.4shared.com/account/file/53961223/90bab2d7/RockMan_X7_PC-RIP.html

Atualização: http://www.4shared.com/file/30645169/e536456c/RMX7Patch1.html

Legendas em Inglês: www.4shared.com/file/17624799/d65d8e27/Traduza_a_Legenda_para_Ingles.html

Falas em Inglês: www.4shared.com/file/17624795/dfebc20c/Traduza_o_Audio_para_Ingles.html

Pacth p/ falhas (Cabelo do Zero):  www.4shared.com/file/17603130/b6f4c962/Correo_de_erros.html

Codec p/ Iniciar o game: www.4shared.com/file/17666499/8b925e35/Codec_Necessario_para_rodar__Instale_todas_as_opes_.html

Senha: AnimeBerihimegamebygaggman

Procurar no site

© 2009 Todos os direitos reservados. Web Master Marcelopaiva01

Sites empresariais Webnode